janeiro 31, 2012

GRAMAS - Como escolher?

Para um bom projeto de Paisagismo deve-se escolher o tipo de vegetação de acordo com as características do solo, clima e ensolação... além do uso que se dará naquele local. Para escolher o tipo de GRAMA não poderia ser diferente!
As gramíneas e forrações devem ser escolhidas com critérios. No Brasil temos alguns tipos mais comuns, alguns mais resistentes ao pisoteio, outros que são mais adequados à sombra, outros ao sol... e assim vai...

Vamos conhecer:
GRAMA ESMERALDA (a minha preferida):



Nome Cientifico: Zoysia japonica

Características: folhas estreitas e médias, cor verde-esmeralda e estolões penetrantes, que enraízam facilmente

Principais vantagens: forma um perfeito tapete de grama pelo entrelaçamento dos estolões com as folhas. Grande beleza. Folhas macias e resistentes ao pisoteio.

Principais indicações: ideal para jardins residenciais, áreas industrias, casa de praia e campo, playground e campos esportivos em geral, sempre a pleno sol.

Com origem japonesa, foi no Brasil que a grama esmeralda ganhou grande destaque e se tornou a variedade de maior sucesso em vendas. Por ser uma variedade de fácil manutenção ela se tornou a grama mais produzida e vendida por aqui, com grande beleza e ótimo custo beneficio a grama esmeralda pode se dizer que se tornou a "escolhida" pelo povo brasileiro.



GRAMA SÃO CARLOS


Nome Científico: Axonopus Compressus

Características: folhas largas, lisas e sem pelos, cor verde-intenso e com estolões ou estolhos ( caules rastejantes, que emitem de espaço em espaço, raízes para baixo e folhas para cima) abundantes.

Principais vantagens: adapta-se bem tanto em áreas ensolaradas, quantas semi-sombreadas. Crescimento pouco intenso para o alto, formando um gramado bastante denso. Resiste bem as pragas e ervas daninhas.

Principais indicações: jardins públicos e residências, áreas industriais e casas de campo, principalmente em regiões de clima mais frio
Antigamente no Brasil a grama São Carlos era a única variedade encontrada, grama para áreas sombreadas e frias essa variedade é muito utilizada em diversos projetos paisagísticos devido a sua grande beleza.
Essa espécie de grama é muito requisitada para lugares onde tem pouca presença do sol, mas vale lembrar que mesmo essa grama não tolera somente a sombra, um pouco de sol também é necessário.



GRAMA BATATAIS


Nome Científico: Paspalum notatum Flüegge
Conhecida como Batatais ou Mato Grosso

Características: Possui folhas estreitas, de cor verde claro, geralmente duras e ligeiramente pilosas, resiste bem às secas e pisoteio, evita a ação da erosão e forma gramados densos e baixos, apesar da resistência, a  Batatais precisa de muito sol, Deve ser plantada a pleno sol, pois não resiste à sombra. Pode chegar à altura de 30 cm, mas deve ser cortada sempre que ultrapassar 3 cm.
Pode ser cultivada em solos mais pobres, com adubações semestrais e regas regulares, embora tenha certa resistência à estiagem. Não é indicada para situações de sombra ou meia-sombra, devendo ficar a pleno sol.

Principais vantagens: Muito resistente ao pisoteio,crescimento rápido, considerada a grama de mais baixo custo.
Principais Indicações: Necessita de muito sol e é indicada em parques para a pratica de esportes diversos, campos esportivos, taludes, praças, e beira de rodovias.
A grama Batatais na maioria dos casos é extraída com ferramentas manuais de capina (enxada), pois os locais de onde fazem à extração desta grama, quase sempre são muito íngremes, impossibilitando a realização da colheita com o auxílio de maquinas.
Por esta razão o plantio dessa grama deve ser feita de maneira adequada para que a metragem entregue, seja compatível com a metragem plantada.



GRAMA BERMUDAS


Nome Científico: Cynodon Dactylon x C. Transvaalensis

Descrição: Grama para uso esportivo, a Bermudas que apresenta alta resistência ao pisoteio e rápida recuperação após ocorrência de dano. Com folhas de textura fina, tem um crescimento vertical médio e lateral intenso, formando um gramado denso. A Tifway 419 tem sido a mais popular grama esportiva dos últimos 40 anos nos EUA e em várias partes do mundo.

Aplicação: Campos de Golfe (Tees, Fairways e Roughs), Futebol, Pólo e campos esportivos em geral.

Características: Grama de clima quente que melhor se adapta a partir da latitude 45° até a latitude 0° (Equador). Entra em dormência após algumas geadas e recupera-se rapidamente quando a temperatura aquece mesmo no inverno. Gramados saudáveis suportam facilmente temperaturas de até 40º.

Resistência a Secas : Facilmente resistente a secas, 25 mm a 40 mm de água por semana são suficientes para um bom desenvolvimento do gramado. Bermudas sobrevive a até 12 mm de irrigação semanal, dependendo do tipo do solo.

Tolerância a pisoteio: Grama Bermudas tem a melhor recuperação de todas as gramas de clima quente. Regenera-se vigorosamente após a ocorrência do dano mecânico.

Resistencia A ervas Daninhas: Grama Bermudas tem um crescimento denso quando propriamente mantida, competirá eficientemente contra a presença de inços. Tolera aplicações de herbicidas seletivos.

Tolerância a Insetos: A Grama Bermudas demonstra boa tolerância a danos causados por insetos. Rápida recuperação após tratamento de controle.



GRAMA SANTO AGOSTINHO


Nome Científico:  Sthenotaphrum híbrida

Descrição: Grama indicada para o paisagismo. Caracteriza-se por ter folhas médias de cor verde levemente azulada. Forma um gramado denso e bonito. É a grama mais resistente ao sombreamento que, por sua rusticidade, é muito utilizada no paisagismo de áreas públicas no sul dos EUA.

Aplicação: Jardins, parques, áreas industriais e urbanas, região litorânea

Características: De todas as gramas de clima quente, é a mais resistente a sombra. Excelente rusticidade, ótima tolerância ao frio.

Resistência a Secas : Apresenta média resistência a seca.

Tolerância a pisoteio: Boa tolerância ao pisoteio. Não é recomendável para campos esportivos de alta performance.

Resistência: Resiste a ervas Daninhas, e boa tolerância a insetos 



GRAMA JAPONESA (ou Coreana)


Nome científico: Zoysia tenuifolia

Observações: Herbácea rizomatosa, perene, de 10 a 15 cm de altura, de folhas maciças e muito finas. Planta muito utilizada em campos de golfe.

Cultivo: Utilizada para a formação de gramados a pleno sol. O crescimento em altura é muito lento, reduzindo e espaçando o número de cortes. Forma um verdadeiro colchão quando não é podada.

Logo após a uma poda, possui o inconveniente de deixar exposta a ramagem inferior que não possui folhas, com aspecto de seca. Para evitar que isso ocorra, recomenda-se a poda freqüente, apesar de seu crescimento lento.
Não é muito resistente ao pisoteio e requer solo enriquecido e irrigação periódica.

Multiplica-se por divisão de touceiras. A nível comercial pode ser encontrada no formato de placas, devendo ser estendidas em terreno bem nivelado.



GRAMA PRETA


Nome Científico: Ophiopogon japonicus

A grama-preta ao contrário do que parece não é uma gramínea. Sem caule e com folhas finas e escuras, ela é uma excelente forração para áreas sombreadas. Há também uma variedade variegada, de folhas verde-amareladas, e uma variedade anã, de folhas mais curtas. 

Esta planta não suporta o pisoteio, em compensação não necessita ser aparada. Pode ser utilizada também como bordadura. Vendida comumente na forma de placas.
Deve ser cultivada sob sombra ou pleno sol, em solos férteis e bem drenáveis, enriquecidos com matéria orgânica, com adubações semestrais e regas regulares. Multiplica-se por divisão das touceiras. 



GRAMA AMENDOIM


Nome Científico: Arachis repens

A grama-amendoim é uma excelente forração, com textura diferente, ela dispensa as podas periódicas. Embora seja muito parecida com Arachis pintoi, é uma espécie distinta. Forma um denso colchão verde, com delicada flores amarelas.

É muito utilizada para proteção de taludes e como pastagem nutritiva, em alguns jardins rurais pode ter o incoveniente de atrair lebres. Rústica, embora não seja resistente ao pisoteio, possui rápido rebrote.

Deve ser cultivada a pleno sol ou meia-sombra, em solo fértil e preferencialmente enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. Tolera secas , mas não é tolerante à geada. Multiplica-se por divisão dos estolões enraizados e pelas sementes formadas embaixo da terra.



Agora é só escolher a grama correta para deixar seu jardim lindo!



Research: http://www.gramasparaiso.net/



Ótima semana a todos!

Daniela Prieto


Um comentário: