julho 02, 2012

APP - Área de Preservação Permanente

Área de Preservação Permanente (APP) é a área protegida, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem estar das populações humanas.

Atualmente, é definida ao longo dos rios ou de qualquer curso d’água uma faixa marginal cuja largura mínima será:



1) de 30 (trinta) metros para os cursos d’água de menos de 10 (dez) metros de largura;
2) de 50 (cinqüenta) metros para os cursos d’água que tenham de 10 (dez) a 50 (cinqüenta) metros de largura;
3) de 100 (cem) metros para os cursos d’água que tenham de 50 (cinqüenta) a 200 (duzentos) metros de largura;
4) de 200 (duzentos) metros para os cursos d’água que tenham de 200 (duzentos) a 600 (seiscentos) metros de largura;
5) de 500 (quinhentos) metros para os cursos d’água que tenham largura superior a 600 (seiscentos) metros;
Também são consideradas APPs, as áreas ao redor de lagoas, lagos ou reservatórios d’água (naturais ou artificiais) e nas nascentes, ainda que intermitentes e nos chamados “olhos d’água”, qualquer que seja a sua situação topográfica, num raio mínimo de 50 metros.

A preservação dessas áreas serve, entre muitas funções, para contribuir:
- com o controle da erosão, e consequente assoreamento do leito dos rios e de corpos d’água.

- para regularização do ciclo hidrológico, garantindo um maior equilíbrio entre infiltração, evapotranspiração e escoamento superficial.
- além disso, a mata ciliar presente nas margens dos rios também ajuda na manutenção da temperatura e da qualidade das águas dos mesmos. Sendo, então, sua preservação responsável por inúmeros os ganhos ambientais.

Simualção de Erosão em solos com vegetação e sem vegetação - assoreamento

ASSOREAMENTO: É o que ocorre quando as margens dos corpos d´agua estão desprotegidas. A falta de vegetação permite que a correnteza das águas desloque sedimentos do solo para o fundo do canal, diminuindo sua profundidade e alterando a qualidade da água.

Mas, o que o Novo Codigo Florestal propõe??


Além de outras coisas, o Novo Código Florestal  diminui faixa de APP de 30 metros para 15 metros em corpos d´agua de até 10 metros de largura.


Mata Ciliar margendo um rio - respeitando Codigo Florestal atual. Imagine essa mata reduzindo pela metade...



Rios e o Assoreamento, verdadeiros Crimes Ambientais:






Problemas Urbanos:



 Marinal Tietê, São Paulo:

 Poderia estar no "Cadê a arvore que estava aqui??" - Cadê a APP que deveria estar aqui???


São Paulo é um grande exemplo de como NÃO se deve lidar com os Recursos Hídricos. 90% dos rios paulistanos estão tubulados sob grandes avenidas, transformaram-se em esgoto. Av. 23 de Maio, Av. do Estado... entre milhões de outras.

E este é o SONHO:



Será possível uma Marginal respeitando o Rio Tietê???  e não o Rio respeitando a Marginal Tietê??


http://mdscarbon.no.comunidades.net/


Daniela Prieto
 
 
 

2 comentários:

  1. obrigado por anexar a plubicacao do meu site,em seu blog..estamos a disposição

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo, obrigada por ter entrado em contato. O conteúdo do Gardens of my Life é totalmente academico, apenas para informação. Não ha interesse comercial. Muitos conteúdos das postagens são de pesquisas na internet, em diversos sites. Tento na maioria das vezes identificar as fontes das pesquisas.
      Caso se oponha, por gentileza encaminhe o nome do seu site do qual foi retirado alguma informação e retirarei a postagem do ar imediatamente.

      Muito obrigada.

      Excluir